Gestão de Performance Corporativa

A primeira matéria do curso que me chamou a atenção. Graças também, claro, ao empenho da professora Patrícia França (LinkedIn) em puxar os alunos para dentro do conteúdo.

Corporate Performance Management (CPM), o que é isso?

No meu intendimento que ainda precisa ser muito amadurecido, Gestão de Performance Corporativa é um conjunto de conceitos, processos com apoio tecnológicos usados para que o tomador de decisão em uma empresa, tenha informações consolidadas e em tempo hábil para fazer o seu trabalho, de forma mais simples e seguro, que é o esperado.
Hoje em dia, as empresas ainda perdem tempo e se arriscam em decisões que podem comprometer seu futuro. Por isso a Gestão de Performance Corporativa é tão importante,  para que o gestor consiga criar uma estratégia corporativa corretamente alinhada com os objetivos do corporação.
Porém, tudo isso depende de um “patrocínio” alguém que tome decisões dentro da corporação precisa comprar, bancar o seu trabalho. Pois um DW bem feito, não fica pronto em 1 dia e depende muito da colaboração de departamentos importantes na empresa.

Os empregados entendem o seu papel dentro da empresa, que eles são importantes pelo desempenho da empresa, seja ele qual for.
Mas, nem todos sabem o quanto realmente eles tem de importância nos processos. Muitos problemas continuam existindo por anos ou ficam sem responsável porque ninguém, departamento algum foi diretamente designado para isso.
Logo, o gestor não como cobrar resultados.
Com isso, CPM contempla processos, métodos e principalmente indicadores gerados por sistemas de informação para gerenciar o desempenho em cada estratégia traçada pelo gestor.